Paulinho da Viola faz show em Florianópolis, pela primeira vez em 12 anos

Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
Paulinho da Viola comemora os 50 anos de lançamento de dois clássicos de sua obra

BLOG

Mundo Itapema

Artista apresenta Na Madrugada no Centro de Cultura e Eventos da UFSC no dia 29 de novembro

Reverência e celebração: Paulinho da Viola dedica Na Madrugada ao pai e violonista César Faria, que completaria 100 anos em 2019, e ao parceiro e amigo Elton Medeiros, morto no último dia 4 de setembro. Ele aproveita também para comemorar os 50 anos de lançamento de dois clássicos de sua obra, os sambas Sinal Fechado e Foi Um Rio Que Passou em Minha Vida. Em Floripa, o show acontece no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, no dia 29 de novembro; e os ingressos já estão à venda pelo site Ingresso Nacional.

Com essa apresentação em Florianópolis, o cantor e compositor carioca, um dos ícones da música popular brasileira, dá sequência à turnê iniciada há um ano na casa de espetáculos Vivo Rio, no Museu de Arte Moderna, no Rio de Janeiro. Paulinho tem a companhia da banda formada por João Rabello (violão), Dininho Silva (baixo), Adriano Souza (piano), Mário Sève (sopros), Ricardo Costa (bateria), Celsinho Silva, Esguleba e Hércules Nunes (percussão). Há, ainda, a participação da cantora Beatriz Rabello, filha de Paulinho.

No roteiro do show, embora tenham sido incluídas músicas menos conhecidas - entre as quais O Tímido e a Manequim, Ruas Que Sonhei e Vela no Breu -, predominam sambas consagrados da obra do artista, como Coração Leviano, Dança da Solidão, Eu Canto Samba, Onde a Dor Não Tem Razão, Recomeçar e Timoneiro; além, é claro, das já citadas Sinal Fechado e Foi Um Rio Que Passou em Minha Vida.


Serviço
Paulinho da Viola - Na Madrugada
Quando: Dia 29 de novembro, sexta-feira, às 21h (abertura da casa às 20h)
Onde: Centro de Cultura e Eventos da UFSC
Vendas no site Ingresso Nacional; e nos pontos de venda físicos: Óticas Carol e Sunglass Hut.

Matérias Relacionadas