"Sandman": Netflix confirma série e divulga sinopse

Leonardo de Abreu
Por Leonardo de Abreu
Repórter
"Sandman", de Neil Gaiman, retrata a influência de entidades antropomórficas como Sonho na vida dos seres mortais Reprodução / Ver Descrição

BLOG

Universo Compartilhado

Publicada em diferentes livros entre os anos 1989 e 1996, HQ é considerada um marco na cultura pop e obra-prima de Neil Gaiman

Por GaúchaZH

Fãs de quadrinhos e séries têm um bom motivo para comemorar: a Netflix confirmou que Sandman, obra-prima de Neil Gaiman, será adaptada para a telinha, mas ainda não há data de estreia prevista.  

Após o anúncio oficial, foi divulgada uma sinopse do seriado: "Uma rica mistura de mitos modernos e fantasia sombria em que ficção moderna, drama histórico e lendas estão perfeitamente interlaçadas, Sandman segue as pessoas e locais afetados por Morpheus, o Senhor dos Sonhos, enquanto ele conserta os cósmicos — e humanos — erros que fez durante sua vasta existência".

A plataforma de streaming também confirmou que Gaiman será produtor ao lado de David Goyer, de Batman Begins (2005), e de Allan Heinberg, que assina o roteiro de Mulher-Maravilha (2017) — este também será o showrunner da série. 

"Estamos entusiasmados com a parceria com a equipe brilhante que é Neil Gaiman, David S. Goyer e Allan Heinberg para finalmente trazer a icônica série de quadrinhos de Neil para a vida na tela ”, disse em um comunicado o vice-presidente de séries originais da Netflix Channing Dungey. "Desde os seus personagens e histórias ricas aos seus mundos intricadamente construídos, temos o prazer de criar uma série épica original que mergulha profundamente neste universo multicamadas adorado pelos fãs de todo o mundo".

Publicada em diferentes livros entre os anos 1989 e 1996, Sandman é considerada um marco na cultura pop. Por conta de sua trama complexa, com entidades antropomórficas chamadas Sonho, Morte, Delírio, Desejo, Desespero, Destruição e Destino influenciando a vida dos seres humanos e sendo influenciadas por essas histórias, a obra contribuiu para que algumas HQ's ganhassem o termo sofisticado de graphic novel. Foi a primeira história em quadrinhos a receber um prêmio literário — o World Fantasy Award de melhor conto. 

A série será a quarta adaptação de obras de Gaiman para a TV. Ele é autor de Lúcifer, Good Omens e American Gods. Desde os anos 1990, diversas tentativas de levar a história para o cinema fracassaram. 

Matérias Relacionadas